NINGUÉM MORRE————-EMMANUEL—————-Francisco Cândido Xavier.

Não reclames da Terra, os seres que partiram…..

Olha a planta que volta , na semente a morrer.

Chora, de vez que o pranto purifica a visão.

No entanto, continua agindo para o bem.

Lágrima sem revolta é orvalho de esperança.

A morte é a própria vida numa nova edição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s